A Câmara de Vouzela aprovou um plano de reação aos efeitos da pandemia de covid-19 no concelho, com 25 medidas de apoio a famílias, empresas e instituições, pode ler-se num comunicado de imprensa.

“O executivo municipal aprovou, por unanimidade, medidas concretas de intervenção direta nas áreas social, cultural, desportiva e das famílias, bem como na atividade económica, de forma a contribuir ativamente para a minimização do impacto económico e social” frisou o autarca Rui Ladeira, acrescentando que “é o terceiro ano consecutivo em que a autarquia canaliza verbas para reduzir o impacto que a pandemia tem tido na atividade económica e social do concelho”.

Entre as medidas previstas, estão a redução em 50% das tarifas no consumo de água, saneamento e resíduos às instituições sociais, culturais e desportivas relativas aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2022, ainda a redução de 50%, do pagamento das rendas sociais habitacionais ao município, relativas aos meses de março, abril e maio de 2022 e o reforço das verbas de apoio social para compra de medicamentos e cabazes de alimentos.

No apoio às famílias, vai ser reforçada a atribuição de material escolar para os alunos do jardim de infância e para as empresas a Câmara de Vouzela decidiu isentar de taxas municipais as esplanadas e publicidade dos estabelecimentos comerciais, com exceção da banca e instituições de crédito.

Para estimular o comércio e serviços, a autarquia vouzelense vai promover concursos, com oferta de ‘vouchers’ e isentar o pagamento das taxas e tarifas devidas, no âmbito das feiras e mercados.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.