Os idosos residentes em lares começaram hoje a receber a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19, que estava previsto apenas para o início do outono, mas que foi antecipado devido ao aumento de infeções no país.

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), a vacinação avança também para idosos com 80 ou mais anos que vão começar a tomar o segundo reforço da imunização contra o coronavírus SARS-CoV-2 nos centros de vacinação ou de saúde, depois de serem convocados por mensagem SMS ou chamada telefónica.

A população elegível para esta vacinação é de cerca de 750 mil pessoas, e abrange também pessoas que tenham sido infetadas, e recuperadas, há mais de quatro meses.

A segunda dose de reforço poderá também ser dada a crianças e jovens entre os 12 e 15 anos com condições de imunossupressão.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan