As taxas Euribor continuam a subir a três, a seis e a 12 meses, registando esta semana novos máximos em mais de 10 anos.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno positivo em 06 de junho passado, avançou para 1,548%, um novo máximo desde janeiro de 2012.

A Euribor a seis meses esteve negativa durante seis anos e sete meses (entre 06 de novembro de 2015 e 03 de junho de 2022).

No mesmo sentido, a Euribor a três meses, subiu agora para 1,013%, também um novo máximo desde janeiro de 2012, depois de negativa durante sete anos e dois meses, entre 21 de abril de 2015 e 13 de julho último.

No prazo de 12 meses, também avançou, ao ser fixada em 2,156%, um novo máximo desde agosto de 2011.

Todas estas subidas vão ter um reflexo no valor das prestações do crédito à habitação, que vai continuar a aumentar em todos os contratos que foram negociados com uma taxa variável.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm