A candidatura da Iniciativa Liberal (IL) em Viseu, defende a criação de um novo modelo de portagens que beneficie os utentes e as empresas da região.

O número um da lista da IL pelo círculo eleitoral de Viseu, Sérgio Figueiredo, deixou críticas ao que considerou “o elevado custo das portagens na A25”, e defendeu que o poder local deveria ser parte ativa na criação de um novo modelo de portagens para o Interior.

Sérgio Figueiredo garante que o partido quer “incluir nesta discussão as autarquias e as empresas para encontrar um modelo de portagem útil tanto para as empresas como para as populações, sabendo nós que não existem autoestradas grátis. Existem autoestradas pagas pelos impostos das pessoas”, defendeu o candidato da IL, apontando para a criação de um novo modelo “mais ajustado à realidade e mais justo para as pessoas e as empresas”.

A mobilidade é uma prioridade para os liberais que dizem “não ser compreensível” a obra do IC12, entre Mangualde e Canas de Senhorim, não só não estar feita como nem sequer constar nos próximos investimentos rodoviários da tutela previstos para a região de Viseu. Sérgio Figueiredo lembrou que é uma estrada com 18 quilómetros reivindicada há mais de duas décadas.

Durante a campanha, os liberais reivindicaram melhores acessibilidades na região de Viseu, considerando que a falta de acessos é “um dos entraves ao desenvolvimento do território”.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan