Estádio do Fontelo

A SAD do Académico de Viseu esclareceu, em comunicado, a razão pela qual o topo Norte do Estádio do Fontelo não teve público na partida do passado domingo, frente ao Moreirense, que o Académico perdeu por 3-1, num jogo em que muitos sócios e simpatizantes ficaram ‘à porta’, sem puderem assistir ao jogo.

Uma situação que causou algum descontentamento entre adeptos e simpatizantes que compareceram no Fontelo na esperança de conseguirem entrar, mas sem sucesso.

Lembra a SAD academista que se trata da chamada Zona com Condições Especiais de Acesso e Permanência de Adeptos (ZCEAP), à qual acedem apenas espetadores que comprem o respetivo ingresso até 72 horas antes do início da partida, o que não aconteceu, segundo a SAD viseense.

O jogo frente ao Moreirense, dq 2.ª jornada da II Liga de futebol, tinha também caráter solidário, a favor dos Bombeiros Voluntários de Viseu, pelo que o acesso era feito mediante convite, gratuito, que deveria ter sido levantado pelos interessados, de acordo com as instruções comunicadas de forma antecipada pelo clube viseense.

Frisa a SAD do Académico que todos os convites disponíveis foram levantados, lamentando que tivesse havido casos em que pessoas na possa desses mesmos convites não tivesse ido ao Estádio do Fontelo.

COMUNICADO

A Académico de Viseu FC, Futebol SAD, vem por este meio esclarecer todos os seus adeptos e simpatizantes o motivo pelo qual a bancada do TOPO Norte do estádio se ter encontrado encerrada, no jogo de hoje, frente ao Moreirense FC.

Essa bancada exclusiva de visitados, é uma Zona com Condições Especiais de Acesso e Permanência de Adeptos (ZCEAP). A sua utilização pressupõe a aquisição de um ingresso nominal, até 72 horas antes do jogo. Não tendo havido procura nesta condição, o setor não pode ser utilizado.

Lamentamos ter havido adeptos que levantaram bilhetes e não tenham comparecido no estádio. Apelamos, a esses adeptos, uma maior consciência cívica, evitando privar outras pessoas de assistir aos jogos.

Queremos, ainda assim, manifestar a nossa gratidão pela moldura humana que esteve presente neste regresso a casa, um total 3288 pessoas, número raro no passado recente do clube e que queremos ver ultrapassado já na próxima partida em casa, no dérbi frente ao CD Tondela.

Agradecemos a paciência e compreensão de todos os que se deslocaram ao Fontelo para com os elementos da organização e segurança do evento.

Informamos ainda, que a Académico de Viseu FC, Futebol SAD, está já a efetuar as diligências necessárias, junto das entidades competentes, para garantir mais e melhores condições para os nossos adeptos e simpatizantes nos próximos jogos no Fontelo.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

PubAuchan