A  Câmara de São Pedro do Sul mantém a aposta no Programa Municipal de Incentivo à Natalidade, criado em 2014 com o objetivo de “promover a fixação de população no concelho” e “favorecer a qualidade de vida das crianças e respetivas famílias em situação económico-social mais desfavorecida”.

Este incentivo à natalidade é concedido através de um subsídio mensal, no valor de 50 euros, pelo período de 36 meses a contar da data de nascimento da criança, que deve ser utilizado em despesas na área do concelho de S. Pedro do Sul, com a aquisição de bens ou serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável e harmonioso da criança, incluindo despesas com consultas médicas, medicamentos, artigos de higiene, puericultura, alimentação, creches e amas.

Os pais devem requerer este apoio até ao limite de 60 dias após o nascimento da criança.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

PubAuchan