A direção do Viseu 2001 está descontente com a decisão da autarquia de Viseu que obriga as equipas de formação de futsal do clube, e a sua equipa sénior feminina de futsal, a deixarem o Pavilhão Cidade de Viseu e passarem para o Pavilhão do Fontelo.

Esta decisão vem na sequência do ‘chumbo’ da Federação de Andebol de Portugal ao Pavilhão do Fontelo para receber jogos da Andebol 1, divisão onde este ano milita o Académico de Viseu, decisão que os responsáveis pelo Viseu 2001 dizem não ter qualquer tipo de fundamento e que há outras equipas autorizadas a jogarem em condições semelhantes às do recinto municipal.

Com a passagem do Académico de Viseu para o Pavilhão Cidade de Viseu, o tempo de utilização disponível do espaço ficou condicionado e a decisão da autarquia passou por manter o recinto para treinos e competição da equipa sénior, mas a formação e a equipa feminina passam para o Fontelo.

Uma decisão com a qual os dirigentes do clube não se conformam e alegam que o recinto tem problemas com humidade e infiltrações de água que podem colocar em risco a integridade física dos atletas, mas a autarquia de Viseu terá garantido ao clube que esses problemas estavam resolvidos.

O Viseu 2001 ainda chegou a propor a utilização do Multiusos de Viseu para os jogos, mas o pedido foi rejeitado pela câmara.

Assim, e depois de várias reuniões com responsáveis da autarquia de Viseu e da secção de andebol do Académico, a Câmara Municipal mantém a decisão inicial, comunicada aos clubes no passado dia 02 de setembro, que resulta na passagem da equipa feminina de futsal e dos escalões de formação para o Pavilhão Municipal de Fontelo.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

PubAuchan