14.º Festival Internacional de Música da Primavera de Viseu arranca dia 1 de abril,  quinta-feira, e tem no programa duas dezenas de concertos em formato digital, que envolverão cerca de 250 músicos.

No ano passado, por causa da pandemia, a organização decidiu adiar o festival para dezembro, mas este ano manteve as datas previstas, entre 01 e 25 de abril.

A abertura do festival tem a transmissão em ‘live streaming’ do concerto da Orquestra Clássica do Centro, que se apresenta pela primeira vez no festival, acompanhada pelo Coro Coimbra Vocal, para interpretar o “Requiem” de Mozart.

O encerramento está marcado para o feriado de 25 de abril, com temas de autores e compositores como Bertolt Brecht, Hans Eisler, Georges Auric, Kurt Weill e Fernando Lopes-Graça.

O programa do festival mantém a componente formativa, com ‘masterclasses’ e ‘workshops’ destinados a estudantes e profissionais de música, nas áreas do piano, clarinete, violino, violoncelo, guitarra e percussão.

Este ano, não haverá os habituais concertos pedagógicos ao vivo em escolas e instituições da cidade, devido às restrições impostas pelo combate à pandemia de covid-19, mas serão realizados com recursos às plataformas digitais.

O 14.º Festival Internacional de Música da Primavera de Viseu inclui ainda o quarto Concurso Internacional de Piano, com a atribuição de 13.500 euros em prémios monetários, e que recebeu inscrições de 28 concorrentes de 14 nacionalidades.

O festival é organizado pela Proviseu/Conservatório Regional de Música Dr. José de Azeredo Perdigão, com o apoio financeiro de 100 mil euros do município de Viseu.

PubAuchan