A Assembleia Municipal de Viseu aprovou, por unanimidade, uma moção que exige “urgência” nas obras e duplicação do Itinerário Principal 3 (IP3), entre Viseu e Coimbra.

É exigida ao Governo que “as obras de requalificação e duplicação do IP3 tenham caráter de urgência, tendo em conta o elevado grau de sinistralidade da via, fundamental para a região, sem que existam alternativas viáveis”, pode ler-se na moção.

O documento, apresentado pela deputada do Bloco de Esquerda (BE) Carolina Gomes, foi aprovado por unanimidade, e exige ainda “a salvaguarda da existência de bermas de segurança, que permitam a circulação de veículos de emergência nos locais com apenas uma via”, naquela estrada.

Lembra a moção que, quase 30 anos depois da inauguração, as obras de requalificação e duplicação do IP3 avançaram, mas estão já com um atraso de dois anos, estando inicialmente previsto terminarem em 2024, mas agora a sua conclusão é apontada para 2026.

É destacado na moção o “grande estado de degradação” e a “inexistência de bermas de segurança em vários pontos”.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan