A Câmara de Viseu decidiu que não vai transformar o pavilhão multiusos no Viseu Arena, projeto que esteve aprovado durante o mandato de Almeida Henriques, optando por reapreciar o projeto já existente para o Centro de Artes e Espetáculos.

A informação foi avançada por Fernando Ruas, com o presidente da autarquia, a opção como “opção política”, reafirmando a intenção de avançar com um projeto que sempre defendeu, a construção de um Centro das Artes e do Espetáculo em terrenos junto à fonte Cibernética.

O Viseu Arena havia sido apresentado em 2020 por Almeida Henriques, e representava um investimento total de 6,4 milhões de euros, para dotar a cidade com a maior sala de espetáculos e recinto multiusos do centro do país. Teria uma capacidade superior a 5.500 espetadores e uma arena de 2.500 metros quadrados.

Durante a campanha para as eleições autárquicas, Fernando Ruas recuperou a ideia de um Centro de Artes e Espetáculos, adiantando agora que o projeto terá que ser atualizado, lembrando que o que existe tem mais de oito anos. É intenção da autarquia que o equipamento venha a servir a cultura em Viseu e possa funcionar em complementaridade com o pavilhão multiusos.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan