O Hospital CUF Viseu tem um novo equipamento de Ressonância Magnética que permitirá “aumentar de forma relevante a qualidade e a acessibilidade a este tipo de exames na região centro”, informou aquela unidade de saúde, em comunicado.

É um equipamento, “de última geração”, e dispõe de uma tecnologia que permite combinar “qualidade de diagnóstico com rapidez e conforto”, acrescenta a CUF Viseu.

“Para além de possibilitar uma resposta ainda mais diferenciada às necessidades de diagnóstico, esta nova ressonância magnética vai permitir aumentar, significativamente, a capacidade de resposta e a qualidade dos exames realizados”, destaca Cristina Santiago, Coordenadora de Imagiologia no Hospital CUF Viseu.

O aumento da capacidade de resposta deste equipamento, que reúne os últimos avanços tecnológicos na área de imagiologia, está relacionado com a enorme capacidade de processamento e obtenção das imagens, reduzindo cerca de metade o tempo que o doente permanece no equipamento.

Ainda segundo a CUF Viseu, “este novo equipamento garante a realização de exames de elevada qualidade diagnóstica e de estudos diferenciados ao nível das patologias neurológicas, cardíacas, mamárias, prostáticas, músculo-esqueléticas ou osteoarticulares, permitindo aumentar o leque dos exames realizados, incluindo exames sob sedação anestésica”.

De acordo com a Coordenadora de Imagiologia, a população da região pode beneficiar de um equipamento “ímpar com enormes melhorias ao nível, não só da rapidez do exame mas também do conforto, já que este novo equipamento possui uma tecnologia que permite reduzir significativamente o ruído e dispõe de um túnel de dimensões superiores ao habitual, que possibilita, em muitos casos, que os exames sejam realizados com a cabeça fora do túnel”,  garantindo maior comodidade ao doente.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan