Em época de seca extrema, o Município de Viseu e SMAS/Águas de Viseu relembram medidas em curso para a poupança da água.

Os dias quentes e secos continuam a afetar de forma particular a cidade-região de Viseu, que atravessa um período de seca severa neste verão, colocando em risco o abastecimento de água na cidade, frisa em comunicado.

No plano de ação em vigor para mitigar está situação, estão as seguintes medidas excecionais (que já foram tomadas):

– Colocação de ensecadeiras nos descarregadores de superfície da barragem de Fagilde para aumento da capacidade de armazenamento;

– Redução das pressões e caudais da água instantâneos nas redes de distribuição;

– Redução das regas de espaços verdes públicos. Rega só às segundas, quartas e sextas-feiras (nos casos em que a água utilizada é proveniente da rede de abastecimento de água potável). Neste caso em concreto, o Município informa e esclarece que alguns espaços ajardinados e com relva se encontram secos, não por descuido na sua manutenção, mas sim pela aplicação destas medidas de poupança de água. Logo que a situação de seca extrema seja ultrapassada, os normais procedimentos de manutenção da Cidade-Jardim serão repostos.

Além destas medidas, o Município de Viseu relembra que “é um dever cívico e ambiental de todos os munícipes poupar no consumo de água, seguindo práticas quotidianas que permitam eliminar todos os gastos supérfluos”, apelando ainda aos seguintes comportamentos:

– Não utilizar água da rede pública para regas, lavagens de carros, varandas ou terraços;

– Reduzir os tempos de banhos, as capacidades dos autoclismos domésticos e todos os desperdícios em geral. Deve também existir uma redução do caudal e da pressão da água nas suas casas, regulando a torneira (válvula), a seguir ao contador.

Aliada à implementação destes hábitos diários, “os viseenses devem também procurar estar informados do ponto de situação junto das entidades competentes do Município”, refere.

Até ao momento, não está previsto o corte de água durante a noite, apenas a redução da pressão e do caudal das redes de abastecimento, acrescenta a mesma nota informativa.

O Município e a Águas de Viseu “agradecem a colaboração de todos os munícipes na salvaguarda deste bem tão precioso e escasso que é de todos nós. A sustentabilidade ambiental é uma prioridade do nosso Concelho”.

O Município e a Águas de Viseu solicitam, que caso tenha conhecimento de alguma situação irregular a reportar como, por exemplo, uma rutura/fuga na via pública ou um aspersor de jardim mal orientado, por favor, contacte os SMAS/Águas de Viseu através dos números 232 431 914 ou 963 391 298.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan