Populares de Lordosa, no concelho de Viseu, retiveram um homem de 57 anos suspeito de ter ateado um incêndio florestal, até que a GNR chegasse ao local e fizesse a detenção do indivíduo.

Segundo a força de segurança, elementos do Núcleo de Proteção Ambiental de Viseu deslocaram-se ao local após terem recebido o alerta para um incêndio florestal, na zona de Bodiosa, mas quando chegaram viram que os populares haviam retido o suspeito, impedindo que abandonasse o local.

Os militares averiguaram a situação e concluíram que havia razões para deter o suspeito tendo sido contactada a Polícia Judiciária para averiguação da situação.

“O suspeito foi visto, por populares, a atear dois focos de incêndio, junto a uma estrada, em zona com vasta mancha florestal, e confinante com zona urbana, que só não ganhou proporções mais gravosas pela rápida intervenção daqueles”, informou a PJ em comunicado.

Depois de presente a primeiro interrogatório judicial, o suspeito, que já tinha antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, viu ser-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

PubAuchan