Castro Daire é um dos concelhos onde se paga menos pelo consumo de água, concluiu um estudo da DECO, com a associação de defesa do consumidor a alertar para uma grande discrepância de preços entre os municípios do país.

A Deco salienta que há mais de 10 anos que tem alertado para a elevada discrepância entre as tarifas dos serviços de água e saneamento entre os municípios do território nacional e dá o exemplo entre os cerca de 480 euros que se pagam em Vila do Conde por um consumo de 120 metros cúbicos e pela taxa de saneamento, enquanto um habitante de Vila Nova de Foz Coa, no distrito da Guarda, que paga pelo mesmo serviço cerca de 88 euros.

Em Castro Daire, segundo a DECO, esse consumo tem um custo aproximado de 108 euros, e é a tarifa mais baixa entre os 24 concelhos do distrito de Viseu, e a quarta mais baixa em todo o país.

A Deco destaca que as diferenças de valores dependem de vários fatores, como “as cláusulas contratuais entre as câmaras municipais e as concessões, o diferencial de custos e a comparticipação dos municípios na tarifa aplicada ao consumidor doméstico”.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm