Foto: CM Viseu
Foto: CM Viseu

O presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, chamou a imprensa para uma visita guiada às obras de requalificação da Casa das Bocas, na Rua João Mendes, onde está prevista a instalação de uma nova Unidade de Saúde Familiar, em pleno centro da cidade.

O edifício, datado do século XVII, foi profundamente requalificado, mantendo, no entanto, os elementos históricos e arquitetónicos que o tornam único em Viseu.

As obras custaram mais de 2,5 milhões de euros mas, apesar do edifício estar há cerca de meio ano pronto a receber a USF, o processo continua parado, com Fernando Ruas à espera que a ministra da Saúde, Marta Temido, dê resposta às múltiplas solicitações de agendamento de reunião para discutir o problema.

Num aspeto o autarca viseense não tem dúvidas, é que o Município de Viseu cumpriu o que foi acordado com a tutela e quem está em incumprimento é o Ministério da Saúde.

A futura Unidade de Saúde Familiar de Viseu na Casa das Bocas, deverá servir uma população de cerca de 18 mil habitantes do centro da cidade.

A autarquia viseense garante que cumpriu o que estava acordado com o Ministério da Saúde, com as obras e equipamento do espaço, e que faltam agora médicos e técnicos para que a USF possa funcionar, o que, frisa Fernando Ruas, “é responsabilidade da tutela” garantir.

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan