Mangualde vai ter a primeira residência para idosas vítimas de violência doméstica, estando previsto que deverá entrar em funcionamento até final do ano, informou a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

Segundo Rosa Monteiro, das três Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) destinadas a mulheres vítimas de violência doméstica que estão previstas – num investimento total de mais de quatro milhões de euros, a de Mangualde é a que se encontra mais avançada, tendo a empreitada sido adjudicada no dia 17.

A residência em Mangualde representa um investimento de 1,5 milhões de euros, tem como entidade promotora o centro paroquial, em parceria com o município, e vai integrar a Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica (RNAVVD).

Esta e outras notícias para ouvir na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

PubAuchan